J. K. Rowling ︎◆ Livros ︎◆ Os Contos de Beedle, o Bardo

Livro de Contos é leiloado por US$ 4 milhões

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Livro de Contos é leiloado por US$ 4 milhõesPotterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Livro de Contos é leiloado por US$ 4 milhões

Hoje foi realizado o leilão de um dos únicos exemplares do livro “Os Contos de Beedle, o Bardo“, escrito à mão pela autora J.K. Rowling. O exemplar foi vendido pelo valor de £1.95 milhão (aproximadamente R$ 7.028.229).
A Sotheby’s esperava arrecadar US$ 100 mil com o manuscrito de “Os Contos de Beedle, o Bardo”, que foi doado por Rowling para um leilão em benefício da organização The Children’s Voice.

“O texto deu lugar a uma intensa disputa entre seis compradores”, indicou a porta-voz, acrescentando que o preço alcançado é o mais alto já pago em um leilão por um manuscrito literário moderno.

O livro é a versão real do citado em Harry Potter e as Relíquias da Morte, que possui cinco histórias da fantasia bruxa. Rowling só produziu sete exemplares da obra, todas encadernadas em couro marrom e decoradas com pedras semipreciosas.

Confira em notícia completa três artigos selecionados pelo Potterish, sobre o leilão realizado hoje.

Atualizado: A nossa tradutora Renata Grando conseguiu um exemplar do catálogo que foi vendido a todos os interessados em dar um lance no leilão. Ele contém algumas páginas de “Contos de Beedle, o Bardo”, fotos de como o livro foi feito, mensagens da Jo e um pouco sobre o The Children’s Voice. As fotos, já divulgadas anteriormente, podem ser vistas em nossa galeria clicando aqui. A tradução dos textos contidos no catálogo pode ser lida no final de notícia completa.

Atualizado 2: Acabou de ser divulgado o comprador do livro: a Amazon.com! Numa nota oficial, a loja virtual divulgou ter a intenção de levar o livro à várias livrarias e escolas para que as crianças possam dar uma olhada, e que o exemplar possui 157 páginas. Além disso, um vídeo e algumas fotos em alta resolução foram divulgadas, que podem ser vistas através desse link. De acordo com a Amazon, em breve serão divulgadas prévias de cada conto, assim como mais imagens do livro, no site www.amazon.com/beedlebard. Continuem ligados!

Atualizado 3: A Reuters disponibilizou um vídeo do evento, ao qual as atrizes Bonnie Wright e Evanna Lynch compareceram. Para assistí-lo, cliquem aqui.

OS CONTOS DE BEEDLE, O BARDO
Leilão de manuscrito de J.K.Rowling quebra o recorde para livro infantil

AFP
13 de dezembro de 2007

LONDRES (AFP) — Um manuscrito da escritora britânica J.K. Rowling, criadora da saga de Harry Potter, foi leiloado nesta quinta-feira, em Londres, por quase quatro milhões de dólares, um recorde para uma obra infantil.

A Sotheby’s esperava arrecadar 100.000 dólares com o manuscrito de “The Tales of Beedle The Bard”, que foi doado por Rowling para um leilão em benefício da organização Children’s Voice.

Mas a obra superou todas as previsões ao ser vendida por 1.950.000 libras (3.985.410 dólares).

“O texto deu lugar a uma intensa disputa entre seis compradores”, indicou a porta-voz, acrescentando que o preço alcançado é o mais alto já pago em um leilão por um manuscrito literário moderno.

A coleção de cinco contos – um dos quais aparece na sétima e última parte das aventuras do jovem bruxo, “Harry Potter e as insígnias da morte” – foi comprada pelos marchants londrinos Hazlitt, Gooden and Fox.

“O preço constitui um recorde em leilão para uma obra de JK Rowling e um recorde em leilão para um livro infantil”, enfatizou a Sotheby’s.

O livro conta cinco histórias dadas pelo diretor da Escola de Magia Hogwarts, Albus Dumbledore, à amiga de Harry, Hermione Granger.

Rowling só produziu sete exemplares da obra, todas encadernadas em couro marrom e decoradas com pedras semipreciosas.

A escritora indicou que entregou seis cópias da obra a pessoas envolvidas ao longo dos anos com a história de Harry Potter e destinou o original para um leilão de caridade.

Numa dedicatória escrita em todos os volumes, a autora diz: “Seis destes livros foram entregues àqueles que nestes 17 anos estiveram muito vinculados aos livros de Harry Potter. O sétimo será leiloado para apoiar institucionalmente crianças que precisam desesperadamente de uma voz. A quem vai possuir este livro, obrigada e que a sorte te acompanhe”.

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Livro de Contos é leiloado por US$ 4 milhões

OS CONTOS DE BEEDLE, O BARDO
Manuscrito da autora de Harry Potter é vendido por US 4 mil

O Globo Online – Jeremy Lovell
13 de dezembro de 2007

LONDRES (Reuters) – Um livro ilustrado sobre magia escrito à mão por J. K. Rowling, autora da série Harry Potter, foi arrematado pelo preço recorde de 3,98 milhões de dólares em um leilão em Londres na quinta-feira, superando 40 vezes seu preço estimado.

A expectativa era que “Os Contos de Beedle, o Bardo” chegasse a até 102 mil dólares no leilão da Sotheby’s. O comprador pertence à galeria londrina Hazlitt, Gooden and Fox, disse a casa de leilões.

Toda a renda da venda será revertida para a entidade The Children’s Voice, co-fundada por Rowling em 2005 para ajudar crianças de toda a Europa.

“Estou espantada e felicíssima. Isso vai significar tanto para crianças que precisam desesperadamente de ajuda. Significa que o Natal chegou mais cedo para mim”, disse Rowling depois da venda.

É o preço mais alto já obtido num leilão de um manuscrito literário moderno, o mais alto para uma obra de Rowling e o mais alto para um livro infantil.

O especialista da Sotheby’s Philip Errington comparou a magnitude da venda ao do manuscrito de “Alice no País das Maravilhas”, há 80 anos.

“Os Contos de Beedle, o Bardo” é um livro mencionado em “Harry Potter e as Relíquias da Morte”, o último da série. Um exemplar da obra é deixado pelo professor Albus Dumbledore para Hermione, amiga de Harry.

“Harry Potter e as Relíquias da Morte”, lançado em julho deste ano, quebrou todos os recordes de venda.

Os livros da série venderam mais de 350 milhões de exemplares no mundo inteiro, e foram traduzidos para 65 idiomas.

‘Os Contos de Beedle, o Bardo’ é na verdade uma destilação dos temas presentes nos livros sobre Harry Potter, e escrevê-lo foi um jeito maravilhoso de dizer adeus a um mundo que amei e em que vivi por 17 anos”, escreveu Rowling no catálogo do leilão.

Existem apenas sete cópias do livro, encadernado em couro marrom e decorado com prata e pedras. Seis foram dados a pessoas muito próximas aos livros. O sétimo foi o leiloado na quinta-feira.

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Livro de Contos é leiloado por US$ 4 milhões

OS CONTOS DE BEEDLE, O BARDO
Livro de contos de J.K. Rowling é leiloado por US$ 4 milhões

Último Segundo – Agência EFE
13 de dezembro de 2007

Londres, 13 dez (EFE).- Uma das sete cópias existentes de “The Tales of Beedle The Bard” (“Os Contos de Beedle o Bardo”, em tradução livre), um conjunto de textos escritos e ilustrados à mão pela escritora britânica J.K. Rowling, foi vendido hoje em Londres por quase US$ 4 milhões.

Este valor é o novo recorde mundial em leilão para um manuscrito de um autor ainda vivo e a quantidade mais alta já paga por uma obra de Rowling, criadora da saga do personagem Harry Potter.

A quantia é muito maior do que as previsões mais otimistas da casa de leilões Sotheby’s, que estimava o preço máximo em US$ 100 mil.

“The Tales of Beedle The Bard” é a primeira obra que Rowling escreve desde a publicação em julho da sétima e última obra da saga do jovem mago, “Harry Potter e as Relíquias da Morte”.

O dinheiro arrecadado neste leilão irá para uma organização beneficente co-fundada pela escritora, “The Children’s Voice”.

O comprador do mesmo livro que o mago Dumbledore deixa como herança a Hermione Granger, a melhor amiga de Harry Potter, é a empresa de marchands de arte londrina Hazlitt, Gooden & Fox.

O preço pago pela companhia também representa a maior quantia já desembolsada em um leilão de uma obra de literatura infanto-juvenil.

Apenas uma das histórias, “The Tale of the Three Brothers” (“O Conto dos Três Irmãos”), aparece por completo no último livro com Harry Potter, enquanto as outras quatro são totalmente novas.

Elas são: “The Fountain of Fair Fortune”, “The Wizard and the Hopping Pot”, “Babbitty Rabbitty and her Cackling Stump” e “The Warlock’s Hairy Heart”.

Para a decepção de seus fãs, a escritora decidiu não editar esta obra, que contém algumas das pistas mais importantes para ajudar Harry a derrotar o malvado Lord Voldemort.

As cópias restantes do livro foram dadas pela autora a pessoas que têm alguma relação próxima com a saga do jovem mago, como o ator britânico Daniel Radcliffe, que o encarnou no cinema.

Encadernado em couro marrom do Marrocos e decorado com sete pedras preciosas e adornos de prata colocados à mão, o livro representa “uma forma maravilhosa de dizer adeus ao mundo que quis e no qual vivi os últimos 17 anos”, declarou Rowling.

Potterish :: Harry Potter, o Ickabog, Animais Fantásticos e JK Rowling Livro de Contos é leiloado por US$ 4 milhões

OS CONTOS DE BEEDLE, O BARDO
Catálogo

Potterish.com
13 de dezembro de 2007
Tradução: Renata Grando

Mensagem da Jo

Quando eu tive a idéia de escrever “Os Contos de Beedle, o Bardo” por completo, fiquei intrigada em descobrir como os contos de fada bruxos seriam diferentes daqueles contados a crianças trouxas. No fim, bruxos e bruxas são delegados a papeis secundários, senão principais; em “Os Contos de Beedle, o Bardo”, eles mesmos são os heróis e heroínas.

Você pode pensar que mágica resolveria qualquer dilema de um conto de fada, mas o fato é que há sempre alguém que pode conjurar uma maldição mais poderosa, ou uma criatura que não sucumbe aos melhores encantamentos. Então, os intratáveis e eternos predicamentos humanos de amor, morte e busca pela felicidade não são necessariamente resolvidos com mais facilmente pelos possuidores de varinhas.

Então esses contos de fada bruxos têm muito em comum com seus semelhantes bruxos: eles existem para expressar esperanças e medos humanos, e para ensinar uma lição ou duas. Há, entretanto, algumas diferenças: bruxas tendem a salvar a si mesmas, em vez de esperar um homem fazer isso e os jovens bruxos são alertados, não contra os perigos e tentações do mundo a fora, mas contra seus próprios poderes mágicos.

“Os Contos de Beedle, o Bardo” é na verdade uma destilação dos temas encontrados nos livros Harry Potter, e escrevê-lo foi o mais maravilhoso modo de dizer adeus ao mundo que eu amei e no qual eu vivi por dezessete anos.

Descrição do Livro

311A
Propriedade de J.K. Rowling, vendido em benefício de “The Children’s Voice”.

Rowling, J.K. Manuscrito autografado de “Os Contos de Beedle, o Bardo” traduzido das runas originais por J.K. Rowling

Individualmente escrito à mão e extensivamente ilustrado pela autora, com 160 páginas contendo 5500 palavras, escrito em caderno italiano feito à mão, com páginas cor de creme e bordas recortadas (167x111mm), encapado em marrom (175x144mm) decorado na capa superior pelos artistas de Edimburgo, Hamilton and Inches, com cinco ornamentos prata individualmente esculpidos a mão e pedras-da-lua.

O maior manuscrito autografado relacionado a Harry Potter já oferecido a leilão. “Os Contos de Beedle, o Bardo” é uma coleção de contos de fada bruxos com significado especial em Harry Potter e as Relíquias da Morte. No capítulo 7 do último livro Harry Potter, descobrimos que Alvo Dumbledore deixa sua cópia de “Os Contos de Beedle o Bardo” para Hermione Granger. As histórias são “The Wizard and the Hopping Pot” (“O Mago e o Caldeirão Saltitante”), “The Fountain of Fair Fortune” (“O Poço da Sorte”), “The Warlock’s Hairy Heart” (“O Coração Peludo do Mago”), “Babbity Rabbitty and her Cackling Stump” (“Babbity, a Coelha, e o Toco que Cacarejava”) e “The Tale of the Three Brothers” (“O Conto dos Três Irmãos”). O último conto é publicado dentro de Harry Potter e as Relíquias da Morte, os outros tem permanecido até então completamente desconhecidos.

Uma de sete cópias especialmente criadas. Todas as outras cópias serão dadas pela autora àqueles mais intimamente envolvidos com o sucesso fenomenal da série. Uma nota explica “Seis desses livros foram dados àqueles mais intimamente conectados aos livros Harry Potter durante os últimos 17 anos. Esta sétima copia será leiloada, o arrecadado irá ajudar crianças institucionalizadas que estão em desesperada necessidade por um a voz. Então a quem quer que seja que agora possua este livro OBRIGADA – e justa fortuna seja sua! J.K. Rowling”

Cada uma das sete cópias foi unicamente decoradas com ornamentos pratas feitos a mão e decoradas com pedras semi-preciosas por Hamilton and Inches. A companhia foi fundada em 1886 por James Hamilton e Robert Inches que eram tios e sobrinhos respectivamente. A firma possui uma garantia real apontada pela Sua Majestade a Rainha como silvermiths e clock specialists. A montagem e decoração foram inspiradas em um antigo livro italiano de orações. Cada ornamento prata sustenta uma idéia principal de cada um das histórias sendo uma folha, coração, fonte e um pé humano. O painel de prata central inclui um crânio. Pedras da lua também são decoradas. Dentro da mitologia mágica, pedras da lua promovem amor incondicional e desinteressado. Essas qualidades estimulam qualidades maternais e educativas. Cada ornamento foi feito a mão e marcado.

Sobre o The Children’s Voice

A campanha de caridade The Children’s Voice é realizada pelo Children’s High Level Group, que foi co-fundada em 2005 por J.K. Rowling e MEP Emma Nicholson.

Nós lutamos por direitos infantis nas Europa, particularmente Europa leste, onde cerca de um milhão de crianças e adolescentes estão crescendo em instituições, às vezes em condições inaceitáveis. Um dos nossos principais objetivos é tirar crianças das instituições e colocá-las em famílias amáveis, através da construção de sistemas que assegurem que os pais possam cuidar de suas próprias crianças e melhoras e encorajamento de programas de programas de adoção nacional para crianças que são separadas de suas famílias.

A campanha The Children’s Voice é mantida inteiramente através de doações públicas. Ajudando-nos arrecadar dinheiro você está fazendo uma grande diferença. Você também esta ajudando a mudar a vida de vulneráveis crianças agora e no futuro.

Visite www.thechildrensvoice.com para saber mais o fazer uma doação.

Depoimento sobre o The Children’s Voice

Verônica 21

Meu nome é Verônica e eu entrei para o sistema de cuidado infantil da Romênia aos dois anos e fiquei lá até os 17.

Minha mãe vem da Moldova e meu pai da Rússia. Ele era um pescador, tinha uma boa vida e possuía sua própria casa. Mas minha mãe veio de uma família grande e era muito pobre. A família do meu pai nunca aceitou a minha mãe e ela começou a beber como em função disso.

Nós éramos constantemente negligenciados e nossos parentes viviam chamando assistentes sociais. Eventualmente, acabamos em um centro de colocação. Meu irmão e minha irmã foram colocados em outro lugar enquanto eu fui levada em uma instituição de pré-escola. Naquela época, manter irmãos e irmãs juntos não era uma prioridade.

Os centros de colocação eram horríveis. Eu lembro de apanhar lá, as regras eram duras. Não é assim agora, mas naquele tempo havia muita violência e até promiscuidade. No éramos com freqüência agredidas pelas meninas mais velhas. Lotação era comum.

Os funcionários eram excedidos pela quantidade de crianças das quais cuidavam. Até aqueles que tentavam duro não conseguiam lidar com o desafio. Crianças mais velhas exploravam ou batiam nas crianças mais novas, e quando nós ficávamos mais velhas, nos comportávamos da mesma maneira. Os funcionários não podiam ou não queria lidar com o problema, então virava uma luta pela sobrevivência.

Havia apenas dois ou três supervisores para tomar conta de tantas crianças. Nós não podíamos conhecê-los – eles estavam lá para serem obedecidos e isso era tudo. Minhas memórias mais felizes são dos longos períodos de tempo em que podíamos brincar. Quando nós voltávamos da escola, rapidamente fazíamos nossa lição e saíamos para brincar no enorme pátio.

Crianças mais novas não tinham pertences pessoais ou armários próprios. Havia uma enorme sala onde todas nossas roupas ficavam empilhadas juntas, se você perdesse uma roupa não era lhe dado nada de volta. As roupas das crianças mais novas geralmente eram perdidas ou roubadas. Todas as roupas eram lavadas juntas e então redistribuídas ao acaso. Você vestia uma blusa um dia e em duas semanas você a via em outra criança.

Quando você fica velha o suficiente para sair do centro, você sai, olha para a direita e para a esquerda e não tem idéia de que estrada pegar. Você se sente perdido. Nós não tínhamos mãe, nenhum funcionário para nos aconselhar, ninguém a quem pedir ajuda. Nós saíamos completamente ignorantes e sem nenhuma habilidade especifica. Nós não éramos capazes de cozinhar para nós mesmos, ou limpar nossas roupas.

Tendo vivido por tanto tempo em um centro de colocação, eu cresci com certa mentalidade. Crianças vivendo em centros de colocação, especialmente no passado, desenvolvem um tipo de escudo protetor ao seu redor. Ninguém é permitido para dentro. Em todos os seis centros em que fiquei, eu tentei me adaptar ao máximo que pude. Se eu parecia um pouco diferente, eles me rejeitavam. Aqueles tempos se enraizaram profundamente em mim. Eu não entendo a diferença entre afeição e amor familiar. Isso porque eu nunca conheci amor familiar.

Mas fazer aulas de artes marciais de certo modo me salvou. Isso me deu um meio para provar àquelas pessoas que pensaram que eu não era ninguém que eles estavam errados. Eu não acho que ninguém deu tão duro para ser uma campeã de distrito em duas semanas, uma campeã nacional em dois meses e uma campeã mundial em dois anos.

No começo eu iniciei artes marciais porque queria parar de apanhar todo o tempo no centro. Mas com o tempo, quando eu me tornei uma campeã de artes marciais, eu percebi que isso não era apenas uma ambição, era algo para o qual eu tinha talento. Isso me ajudou a ter controle.

Eu consegui estabelecer minha vida por conta própria, mas recentemente encontrei algumas garotas da instituição – elas estavam quase todas grávidas, desesperadas sem um lugar para viver e sem nenhum suporte. Eu acho que devemos cortar o mal pela raiz. Nós temos que ajudar as crianças que crescem em instituições a se prepararem para a vida no mundo; elas precisam de alguém para certificar de que estão se saindo bem. Porque então elas têm seus próprios filhos e não conseguem criá-los, e abandono se torna um ciclo vicioso. Crianças são o futuro e se não as ajudarmos, o futuro será destruído.

Penso que seria muito melhor para as crianças viverem em famílias do que em instituições. Toda criança quer estar em uma família, mais importante, encontrar famílias que realmente as vão amar e aceitar como se fossem delas mesmas. Isso é mais importante do que qualquer condição material. Se eu tivesse recebido amor familiar e afeição real, eu não precisaria de nada mais.

www.thechildrensvoice.com